NOSSOS SERVIÇOS

Podemos definir uma Usina de Energia Solar Fotovoltaica como um complexo de módulos fotovoltaicos (placas solares) com capacidade de gerar energia elétrica por meio da luz do sol. O brasil vem sendo um dos países que mais tem investido neste seguimento de geração de energia.

Devido a disponibilidade de luz do sol existente no país, esse segmento de geração centralizada também vem avançando a passos largos, com novas instalações de usinas de energia solar no Brasil a cada ano.

O que é uma Usina Solar Fotovoltaica?

Uma usina solar utiliza milhares ou mesmo centenas de milhares de módulos fotovoltaicos para gerar energia, os quais ocupam milhares de quilômetros quadrados de extensão.

Esses módulos (conhecidos popularmente como placas solares) podem ser instalados em terra ou mesmo sobre a água de represas, rios ou mares, através de sistemas de flutuamento (por isso são chamadas de usinas solares flutuantes).

Em terra, esses módulos ainda podem ser instalados sobre estruturas chamadas de “trackers”, que movem o painel conforme o deslocamento do sol no céu para otimizar a captação da luz e, assim, aumentar a geração de energia.

De maneira oposta aos sistemas fotovoltaicos residenciais ou comerciais, na qual a energia é gerada para ser consumida, na usina solar a enorme carga gerada é destinada para a venda e distribuição na rede elétrica.

O mundo evolui cada vez mais rápido a nível tecnológico, foram introduzidas nos últimos anos uma séria de novas tecnologias no aproveitamento de energias renováveis como é o caso da energia solar térmica e fotovoltaica.

Benefícios da Energia Solar Residencial

O maior benefício da energia solar para casas é diminuir a conta de luz e assim economizar energia. Para economizar energia em casa basta instalar um sistema de energia solar residencial (gerador de energia solar residencial) que você vai reduzir a sua conta em até 95%!

Vantagens da Energia Solar para Residências

1. A energia solar valoriza a sua casa. Quem não gostaria de morar em uma casa com energia solar onde você praticamente não paga conta de luz?!

2. Energia solar residencial acaba com o aumento da conta de luz. Fato, uma vez que você instalar energia solar na sua casa (gerador de energia solar residencial) nunca mais terá de se preocupar com o aumento da tarifa de energia.

3. Energia Solar Residencial é SUSTENTABILIDADE. Seus vizinhos saberão do seu compromisso com o meio ambiente e para com a sua comunidade local.

4. Energia solar não faz barulho. Você vai gerar a energia para a sua residência sem ter que ouvir quele barulho clássico dos geradores.

5. Instalação rápida. Em 1 dia a empresa consegue instalar energia solar na sua casa.

Como funciona a Energia Solar para casas

1. O painel solar no telhado da casa gera energia elétrica (em corrente continua) quando a Luz do Sol bate nele.

2. A energia gerada pelo painel solar passa por um inversor solar que alterna a corrente continua para alternada e, equaliza com a frequência da sua residência. (60Hz). Desta forma a energia solar esta agora igual a da rede elétrica.

3. A energia sai do inversor e é conectada na rede de energia da sua casa, normalmente o sistema é conectado no quadro de luz.

4. Essa energia vai sendo utilizada pelas luzes da casa, eletrodomésticos e tudo o que consome energia que esteja conectado na tomada. Se não tiver sol suficiente o resto da energia é fornecido pela Distribuidora de energia. (Você nem percebe a diferença!)

5. Se a sua casa gerar mais energia solar do que está consumindo naquele momento a energia extra vai para a rede da distribuidora e gera um “crédito de energia” para você. (Esse crédito tem 60 meses de validade e será usado automaticamente se você gerar menos energia do que está consumindo.

O laudo NR10 é imprescindível na regularização de instalações elétricas, sejam elas comerciais, prediais ou industriais, visando uma segurança eficaz dos sistemas elétricos, conforme a exigência do Ministério do Trabalho e Emprego.

A NR10 estabelece uma grande quantidade de documentos que devem ser elaborados e mantidos a disposição dos trabalhadores e autoridades.

“ 10.2.3. As empresas estão obrigadas a manter esquemas unifilares atualizados das instalações elétricas dos seus estabelecimentos com as especificações do sistema de aterramento e demais equipamentos de proteção. ” (NR-10)

Principais objetivos e características do Laudo Técnico NR10

O objetivo primordial do laudo técnico NR10 é oferecer segurança máxima aos colaboradores atuantes de forma mútua em diversos serviços elétricos.

Considerando-se que as maiores causas de inúmeros acidentes, bem como incêndios, são oriundas de instalações elétricas sobrecarregadas, mal planejadas ou mesmo instáveis, o laudo técnico NR10 passa a ser uma importante resolução normativa em diversos níveis.

Toda empresa ou indústria necessita oferecer aos seus clientes e colaboradores total segurança ao ambiente. Com isso algumas medidas devem ser implantadas para garantir que todas as instalações estejam adequadas.

O resultado desse laudo se dá depois de uma inspeção técnica feita pelo termógrafo, equipamento este que, por sua vez, é o responsável por medir a temperatura de alguns pontos da instalação elétrica através de radiação infravermelha.

Ou seja, esse equipamento consegue detectar a presença de temperaturas elevadas presentes em componentes elétricos, como painéis, transformadores, motores, subestações, entre outros. Com isso é possível evitar qualquer tipo de paralisação elétrica, quedas de energia e até mesmo problemas mais graves como incêndios.

Importância de realizar o Laudo de Termografia

Esse é um tipo de inspeção que qualquer empresa ou indústria deve realizar pois:

• Garante a segurança das instalações elétricas;

• O laudo termográfico identifica e preveni problemas maiores futuros;

• O laudo termográfico também é realizado por profissional qualificado, o que garante qualidade no serviço prestado;

• O serviço é feito seguindo todas as normas de segurança.

O laudo técnico SPDA (Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas) é realizado para fazer a proteção das instalações elétricas contra as perturbações ocasionadas por descargas elétricas, ou seja, contra os raios, que podem atuar de maneira direta ou indiretamente, seguindo o que recomenda a NBR 5419/15, norma que regulamenta a confecção deste tipo de laudo.

A realização do laudo técnico SPDA deve estar previsto desde o projeto, passando por sua manutenção e finalizando na inspeção de SPDA, a fim de que todas as edificações possam estar protegidas dos efeitos que este tipo de descarga possa ocasionar, assim como, dos efeitos secundários que traz consigo.

Assim sendo, para que este laudo técnico SPDA possa ser emitido é necessário que se realize toda a proteção da edificação, seja com a instalação do para-raios bem como do sistema de aterramento de toda a parte elétrica, para que se evite danos às edificações

O SPDA é obrigatório? E o Laudo?

Vamos iniciar pelo código de direito do consumidor. O que ele diz?

No artigo 39:

“É vedado ao fornecedor de produtos ou serviços, dentre outras práticas abusivas: (Redação dada pela Lei nº 8.884, de 11.6.1994)”

No inciso IIIV:

VIII – “colocar, no mercado de consumo, qualquer produto ou serviço em desacordo com as normas expedidas pelos órgãos oficiais competentes ou, se normas específicas não existirem, pela Associação Brasileira de Normas Técnicas ou outra entidade credenciada pelo Conselho Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Conmetro)”;

Sendo assim, nenhuma construtora pode entregar uma edificação se o SPDA não estiver de acordo com a norma da ABNT.

Segundo NR 10:

“10.2.4. Os estabelecimentos com carga instalada superior a 75 kW devem constituir e manter o Prontuário de Instalações Elétricas, contendo, além do disposto no subitem 10.2.3, no mínimo: ”

“b) documentação das inspeções e medições do sistema de proteção contra descargas atmosféricas e aterramentos elétricos; g) relatório técnico das inspeções atualizadas com recomendações, cronogramas de adequações, contemplando as alíneas de “a” a “f” (NR-10)

Vale lembrar que a NR-10 é elaborada pelo Ministério do Trabalho a partir de uma determinação legal. Portanto, são de cunho obrigatório.

O que a Norma NBR 5419 de 2015 fala sobre a obrigatoriedade do SPDA?

A segunda parte da ABNT NBR 5419 estabelece os requisitos para análise de risco em uma estrutura devido às descargas atmosféricas para a terra.

Nessa parte da norma avalia o risco de falhas em equipamentos eletrônicos, perdas financeiras, riscos de vida, índice de incidência de raios na região entre outros, ou seja, é feito um cálculo para avaliar a obrigatoriedade, logo se seu prédio não possui um SPDA, obrigatoriamente deverá possuir essa metodologia de avaliação no local com uma ART (anotação de responsabilidade técnica) assinado por um engenheiro eletricista.

Danos que podem ser causados por descargas atmosféricas na estrutura:

“ – Danos mecânicos imediatos, fogo e/ou explosão devido ao próprio plasma quente da descarga atmosférica, ou devido a corrente resultando em aquecimento resistivo de condutores (Condutores Sobreaquecidos), ou devido a carga elétrica resultando em erosão pelo arco (metal fundido);

– Fogo e/ou explosão iniciado por centelhamento devido a sobretenções resultantes de acoplamentos resistivos e indutivos e a passagem de parte da corrente da descarga atmosférica; – Danos às pessoas por choque elétrico devido a tensões de passo e de toque resultantes de acoplamentos resistivos e indutivos;

– Falhas ou mau funcionamento de sistemas internos devido a LEMP. ” ABNT NBR 5419-1:2015 PAG-5

Vantagens oferecidas pelo Laudo Técnico SPDA

Uma das vantagens que vale a pena ser ressaltada pelo laudo técnico SPDA é a certeza de que o imóvel, seja ele residencial, comercial ou industrial, está protegido contra descargas atmosféricas e todos os seus efeitos secundários.

Outra vantagem que deve ser citada é a da proteção da vida humana, uma vez que, como a edificação estará protegida, quem estiver nela também receberá a mesma proteção. Além disso, vale mencionar o excelente custo benefício oferecido pelo laudo técnico SPDA, já que com ele as pessoas terão seus bens e suas vidas asseguradas, seu custo passa a ser irrisório frente à proteção oferecida.

A elaboração de projetos instalações elétricas é um serviço prestado por empresas especializadas em engenharia. Toda obra residencial, industrial ou comercial deve contar com profissionais capacitados para realizar o projeto elétrico da edificação, para garantir instalações seguras e eficientes.

Nesse tipo de projeto, constam informações como a determinação de quantidade e especificação de materiais adequados, dimensionamento da demanda de energia elétrica e procedimentos técnicos para as instalações. Além disso, aspectos como mão de obra necessária e estimativa de prazos de execução também são levantados pelos engenheiros responsáveis.

A importância da elaboração de projetos Instalações Elétricas

É de grande importância contratar o serviço de elaboração de projetos instalações elétricas por empresas especializadas do setor. Uma boa parte dos problemas de mau funcionamento das redes elétricas tem origem em instalações mal dimensionadas ou executadas de forma incorreta.

Dessa forma, é preciso contar com o conhecimento e experiência de profissionais da área de engenharia elétrica para obter projetos de qualidade, que possam garantir a eficiência, segurança e economia das instalações. Ademais, para um projeto de execução confiável, é preciso assegurar a manutenção periódica adequada para a rede, que determina sua vida útil.

Para reduzir as chances de acidentes, principalmente aqueles que envolvam eletricidade, é de suma importância manter as instalações elétricas em dia, com manutenções periódicas e laudo de inspeção de instalações elétricas sempre atualizado, documento este, que comprova que vistorias foram realizadas por profissionais competentes.

A emissão do Laudo de Inspeção de Instalações Elétricas

O laudo de inspeção de instalações elétricas é conferido após a verificação técnica, a qual é realizada em toda a instalação elétrica a fim de aferir o nível de atendimento de cada item de gestão de risco elétrico e o atendimento à risca às diretrizes das normas técnicas aplicadas, principalmente a NR-10, mas também a NBR 5.410, NBR 14.039, NBR 5.419, entre outras.

O laudo de inspeção de instalações elétricas, portanto, é o comprovante de que tais aferições foram feitas. Nele, quando houver, estarão contidas todas as não conformidades identificadas durante a inspeção, que devem ser descritas em formulário específico com registro fotográfico da não conformidade e sugestões de adequação desta.

Além disso, o laudo de inspeção de instalações elétricas comprova a redução de riscos de acidentes com eletricidade e, ainda, previne o empregador diante da legislação, a partir da prevenção de acidentes, redução de passivos trabalhistas e até redução de custos relacionados ao consumo de energia.

Contudo, para garantir a veracidade do laudo de inspeção de instalações elétricas, este, bem como a inspeção em si, deve ser feito somente por profissionais capacitados e sempre em conformidade com os órgãos regulamentadores, os quais atendem sob renomada e conceituada empresa do segmento.

Em geral, os problemas relacionados com a qualidade da energia elétrica são identificados quando um equipamento alimentado pela rede elétrica deixa de funcionar como deveria ou quando há um aumento repentino de consumo para os mesmos equipamentos já existentes.

A análise de qualidade de energia elétrica tem como foco principal tratar os seguintes fenômenos da qualidade do produto:

Em regime permanente:

a) Tensão em regime permanente;

b) Fator de potência;

c) harmônicos;

d) Desequilíbrio de tensão;

e) Flutuação de tensão;

f) Variação de Frequência

Em regime Transitório:

a) variação de tensão de curta duração – VTCD

Vantagens do Relatório de Qualidade de Energia Elétrica (QEE)

• Redução de perdas;

• Redução significativa do custo de energia elétrica;

• Aumento da eficiência energética da empresa;

• Aumento da vida útil das instalações e dos equipamentos;

• Redução do efeito Joule;

• Avaliação do nível de harmônicas (tensão e corrente)

CLIENTES

CONTATO

© 2019 - ACMM Engenharia Elétrica Eirele - Todos os direitos reservados | CNPJ: 20.389.846/0001-72.

Desenvolvido por: Agência Digital Acesso Doze

Fechar Menu